Comentário: Passamos de ano! (e com louvor!)… o Brasil é o destaque do ano de 2019!

Pesquisa realizada pelo Datafolha (mas não divulgada com a devida ênfase) mostra que o Governo termina o ano de 2019 com aprovação popular e em condições de gerar esperança e confiança nos cidadãos no ano de 2020.

A enquete (coletada na última semana do ano) mostra que a taxa de quem atribui conceito de "bom e ótimo" para o Governo subiu  para 30 pontos, e que a condição regular saiu de 30 para 32 pontos. Até mesmo a rejeição (ruim/péssimo) diminuiu de 38 para 36 pontos percentuais.

A somatória dos números (62% = 30 + 32%) comprova que o ano termina com aumento de quem aprova o Governo e que os índices são superiores até mesmo ao resultado da eleiçao de Jair Bolsonaro (quando 54% dos eleitores o escolheram como presidente).

Ao Notícias Agrícolas, o analista Fernando Pinheiro Pedro (advogado-diretor da OAB e vice-presidente da Associação Paulista de Imprensa) detalha os principais avanços do ano 2019 em decorrencia da eleição de Bolsonaro.

A ênfase fica para a economia, que se ajustou com a aprovação da reforma da Previdência e que termina o ano coletando índices jamais vistos na condução economica do País, destacando-se a queda substancial das taxas de juros e a diminuição da inflação.

Mas a par dessas conquistas, e de outras correlatadas -- como a diminuição dos índices de violencia, e do aumento do emprego -- Pinheiro Pedro destaca que a judicialização dos objetivos nacionais, com foco em temas que envolvem o legislativo e judiciario, representa uma nova forma de conduzir o País.

O ano de 2020 deverá ter a sociedade essencialmente concentrada na continuidade das reformas administrativas e tributárias (temas sobre as quais a sociedade deverá se debruçar já no início deste ano), e também na depuração de crimes do judiciário (com a inevitável aprovação da CPI da Lava-Toga (STF) e do fim do foro privilegiado (emenda já aprovada pelas comissões do Senado e da Câmara).

-- A confiança da população sobre esses avanços advem da sensação de que a impunidade está chegando ao fim, tanto é que ao longo deste ano não tivemos nenhum caso de corrupção a lamentar. Esse é o grando avanço", diz Pinheiro Pedro.

O analista do Notícias Agrícolas diz que a sensação de justiça começou em 2013, com as grandes jornadas populares pelo fim da corrupção, lideradas pelos integrantes da Lava Jato e consubstanciadas pelas decisões duras do ex-juiz e atual ministro da Justiça Sérgio Moro.

--"Moro é a grande personalidade do ano, destaque mundial na imprensa internacional, e personagem mais bem avaliada entre os brasileiros. A Lava Jato em 2019 foi também o grande destaque do ano", assevera Pinhero Pedro.

Mas o corolário desses avanços foi uma medida do governo que também passou praticamente desapercebida por grande parte mídia nacional: o pagamento do 13.o salário para 13,1 milhão de famílias atendidas pelo programa Bolsa Família. Esse dinheiro suplementar era motivo de dúvida de analistas e politicos da oposição, mas no dia 23 de dezembro todos os inscritos tiveram o pagamento-extra incluido em suas contas.

Para o jornalista João Batista Olivi, do NA, essa é a forma que a grande parcela pobre da população percebe o avanço conquistado com a vitória de Jair Bolsonaro.

Por fim, olhando os números da aprovação do governo, Pinheiro Pedro destaca a volta da confiança e da esperança do povo brasileiro nos rumos do País, concluindo que o Brasil, nesse 2019, foi aprovado... e com louvor!.

-- Que venha 2020 para repetirmos a dose, e avançarmos nas conquistas", frisou Fernando Pinheiro Pedro.

Fonte:NA/AgenciaBrasil/Agencia Estado