Curiosidades

    • >> Augusto de Saint-Hilaire foi o primeiro cientista a classificar a erva-mate em sua viagem, sul do Brasil (Curitiba-Paraná) em 1820. Ele concebeu o nome científico de Ilex paraguariensis para a erva-mate e esta classificação prevalece até hoje.
    • >> Os nomes vulgares são os mais variados: erva mate, conganha, congonheira, erva, mate (índios quíchuas), caá (índios brasileiros), congoin.
    • >> A erva mate é uma árvore, podendo atingir 10 m de altura e seu porte lembra o da laranjeira; o caule é um tronco de cor acinzentada, folhas alternas, estreitas na base com nervuras salientes, podem medir de 8 a 10cm de comprimento por 3 a 4 cm de largura. As flores são pequenas e agrupadas nas axilas das folhas, quatro pétalas brancas e quatro estames.
    • >> Importada pelos países europeus, a erva-mate teve os mais diferentes usos: na Espanha e Portugal, era vendida em farmácias, como medicamento, na Alemanha era usada para fabricação de gasosa e vermute e na França, foi transformada em matéria-prima na confecção de cigarros.
    • >> O mate é considerado um produto nutritivo e dos mais higiênicos, sendo em certos países sul-americanos gêneros de primeira necessidade e que por suas qualidades tônicas estimulantes e diuréticas é reputado um verdadeiro alimento de poupança.
    • >> Fisiologicamente está admitido que o mate exerce uma função benéfica e salutar sobre o corpo humano; excita o nervo pneumogástrico, dissipa a fadiga, estimula a concentração muscular permitindo longos e penosos trabalhos físicos, desenvolve as faculdades intelectuais, facilita a digestão e determina uma sensação de bem estar e vigor no organismo além de ser um bom alimento natural.
    • >> Análises feitas em laboratórios da França, Itália, E.U.A. acusaram na erva-mate a presença das vitaminas A, B1, B2, C, E e ácido pantotênico.
    • >> Segundo cientistas franceses as propriedades vitamínicas da erva-mate produzem entre outros benefícios para o homem, um estímulo para as glândulas sexuais mediante a ação da vitamina E. Esta vitamina associada com o ácido pantotécnico, produz, segundo eles, um verdadeiro milagre em caso de impotência sexual.
    • >> A erva-mate foi o alimento básico dos índios guaranis. Com a chegada dos Jesuítas da Companhia de Jesus, fundada por Inácio de Loiola, desenvolveram sua cultura e cultivaram sementes selecionadas.
    • >> O Dr. Jean Sshunk Goldfien, mais um homem da ciência, diz que o mate é um tônico geral, um estimulante do coração e do sistema nervoso, elimina os estados depressivos e ser o mate muito rico em vitamina O.
    • >> Em 08 de dezembro de 1980 o governador Amaral de Souza assinou Projeto de lei instituindo a Erva Mate - Ilex Paraguariensis como "Árvore Símbolo do Rio Grande do Sul".
    • >> A produção mundial de erva-mate é próxima de 500 mil toneladas anuais, sendo: 260 t na Argentina, 180 t no Brasil e 30 t no Paraguai.
    • >> No Brasil a produção de mate rende aos produtores mais de R$150 milhões e é a principal atividade econômica de muitos municípios.
    • >> No Brasil, há em torno de 180 mil produtores, na maioria familiares congregando cerca de 600 empresas e mais de 700.000 empregos.
    • >> O mate é encontrado de forma natural em 3 países (Argentina, Brasil e Paraguai) e 5 Estados: Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, sendo que mais de 80% desta área encontra-se no Brasil abrangendo 482 municípios, apenas na região sul com uma área estimada em 770.000 hectares.
    • >> O clima ideal para sua cultura é: temperado e subtropical com chuvas regulares e distribuídas ao longo dos anos.
    • >> O nosso produto, ERVA MATE FAXINAL®:

Umid. e Subst. Voláteis(1) 97,44g/100ml Resíduo Mineral fixo(2) 0,27g/100ml Gordura total(3) 0,10g/100ml Proteínas (Nx6,25)(4) 0,20g/100ml Carboidratos(5) 2,09g/100ml Valor Calórico Total(6) 9,16Kcal/100ml Sódio 6,89mg/100ml

Bibliografia - Encyclopédia Britânica do Brasil, Dicionário das Plantas Úteis do Brasil, História Econômica do Mate, Jornal "La Tribuna" - Asuncion, 9 de Junho de 1977, Trabalho apresentado pelos acadêmicos do curso de Engenharia Florestal da Universidade Federal de Santa Maria - Laboratório de Bromatologia da Escola Paulista de Medicina.

    • >> Chá-mate faz bem

O Chá-mate contém dez tipos de polifenol, substância que reduz a formação dos chamados radicais livres, vilões envolvidos no envelhecimento e nas doenças degenerativas como o câncer. Os pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina explicam que o benefício dos polifenóis pode ser encontrado em vários produtos da erva-mate, como o chimarrão, os chás de saquinho e os prontos para beber.(Fonte: Revista Época edição n° 385 de 3/10/2005, pg.: 96, Editora Globo.)

 

Visite alguns sites interessantes sobre o assunto:

http://www.pr.gov.br/seec/ervamate

http://www.cnpf.embrapa.br/pesquisa/erva_mate/ervamate

http://puccamp.aleph.com.br